Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Pressão sobre petróleo impulsionou bolsa nos EUA

SÃO PAULO - Os índices Dow e S & P 500 fecharam em alta ontem, com temores sobre um furacão impulsionando os preços do petróleo e os papéis de empresas de energia, o que compensou os efeitos de um relatório revelando um crescente número de bancos com problemas.

Valor Online |

O índice Dow Jones avançou 0,23%, a 11.412 pontos; o Standard & Poor´s 500 subiu 0,37%, a 1.271 pontos; enquanto o Nasdaq recuou 0,15%, a 2.361 pontos.

Os preços do petróleo, que superaram US$ 117 por barril durante a sessão, fecharam em alta de 1% com temores de que o furacão Gustav possa interromper a produção no golfo do México. As ações da Exxon Mobil subiram 1,6%, fixando-se como um dos principais suportes para o S & P e o Dow.

Mas os ganhos foram limitados por um relatório afirmando que 117 bancos americano estavam com problemas no final do segundo trimestre, acima dos 90 bancos dos três primeiros meses do ano.

As ações européias subiram, eliminando metade das perdas da última sessão. Investidores se animaram com a robusta confiança do consumidor americano.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,16%, para 1.171 pontos, após ter caído mais cedo 1,4%, na esteira do recuo, maior que o esperado, da confiança empresarial da Alemanha. Graças principalmente ao avanço dos papéis da Nokia, após a companhia ter lançado dois modelos de última geração, o setor de tecnologia foi o mais forte do dia na Europa, com um ganho de 2%.

Em Londres, a bolsa fechou em baixa de 0,63%, a 5.470 pontos. Houve alta de 0,69% em Frankfurt, 0,29% em Paris, de 0,39% em Milão, 0,82% no Madri e 0,05% em Lisboa.

(Valor Econômico, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG