SÃO PAULO - As bolsas de valores americanas fecharam em alta sexta-feira, com esperanças de que o Lehman Brothers poderá atrair um grande investidor. A forte queda do petróleo, amenizando as preocupações sobre inflação e sobre os gastos dos consumidores, também deu suporte ao mercado. O índice Dow Jones teve alta de 1,73%, a 11.628 pontos. O Standard & Poor´s 500 subiu 1,13%, a 1.292 pontos. O Nasdaq avançou 1,44%, a 2.414 pontos.

A alta ajudou o mercado a apagar a maior parte das perdas dos últimos dias, deixando o Dow e o S & P 500 a apenas poucos pontos abaixo de quando a semana começou. As ações da Lehman Brothers subiram 5% após o Korea Development Bank afirmar que a corretora americana pode ser um possível alvo de aquisição. Houve um momento na sessão em que as ações do banco de investimento saltaram mais de 15%.

Na Europa, as ações européias fecharam em alta acentuada, impulsionadas pela recuperação do setor financeiro, com a perspectiva de que o Lehman Brothers possa ser comprado. A queda do petróleo ajudou os mercados. O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,71%, para 1.174 pontos.

O megainvestidor Warren Buffett também aumentou a confiança do mercado dizendo que as ações parecem mais atrativas agora do que há um ano.

O índice bancário DJ Stoxx subiu 3%, após ter caído 6,3% nas últimas cinco sessões. Em Londres, o FT fechou em alta de 2,52%, a 5.505 pontos. Em Frankfurt, o DAX subiu 1,69%, a 6.342 pontos. Em Paris, o CAC-40 avançou 2,23%, para 4.400 pontos. Em Madri, o Ibex-35 registrou avanço de 2,5%, a 11.497 pontos.

(Valor Econômico, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.