Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Juros futuros recuam em dia de realização de lucros

SÃO PAULO - Apesar da nova piora nas projeções de inflação para 2008 e 2009, os contratos de juros futuros começam a semana apontando para baixo na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F).

Valor Online |

Para a economista-chefe da Arkhe Corretora, Inês Filipa, as curvas passam por uma realização de lucros depois da alta exagerada da semana passada. A queda nos prêmios, observa a especialista, também está alinhada com a melhora de cenário externo, onde os investidores reagem ao declínio no preço do petróleo.

Há pouco, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2009 apresentava queda de 0,02 ponto, para 13,47%. O DI para janeiro de 2010 operava com baixa de 0,11 ponto, para 15,36%. Janeiro 2011 cedia 0,09 ponto, para 15,58%. E janeiro 2012 apontava 15,35%, recuo de 0,10 ponto.

Entre os contratos mais curtos, agosto de 2008 não registrava negócios. O vencimento para setembro de 2008 apontava estabilidade a 12,57%. E o DI para outubro de 2008 também operava estável a 12,79%.

Pelo Boletim Focus, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve encerrar 2008 em 6,4%, contra 6,3% da semana passada. Com 15 revisões seguidas de alta, a projeção se aproxima do teto da meta, de 6,5%. Para 2009, a estimativa foi revista pela quarta semana consecutiva, apontando inflação oficial de 4,91%, sobre 4,8% previstos anteriormente.

Para Inês, os dados do Focus vieram razoavelmente positivos, pois ainda apontam inflação dentro da meta para 2008. O que preocupa é a estimativa para 2009, que continua subindo. A economista notou, contudo, que é razoável que a projeção para 2009 chegue até 5%, para depois tentar recuar um pouco.

Na agenda da semana, há o IPCA de junho, com projeção de 0,80%, e o Índice Geral de Preços do Mercado Disponibilidade Interna (IGP-DI). Segundo Inês, os dados devem ajudar a formar um consenso sobre a atuação do Banco Central (BC) no seu encontro do dia 23.

Dois aumentos de 0,75 ponto percentual seria razoável, mas há dúvida, pois a sinalização do BC na ata e no Relatório de Inflação é de 0,5 ponto.

Sendo 0,5 ponto ou 0,75 ponto, Inês não acredita que o ciclo de elevação de juro extrapole 2008. A economista comentou que as expectativas e a inflação devem responder ainda esse ano ao aumento de juros. Para 2009, a previsão da economista é de taxa estável, com constante monitoramento dos preços dos alimentos.

O Tesouro Nacional realiza hoje leilão de venda de Notas do Tesouro Nacional Série B (NTN-B). O leilão ocorre em das etapas, a primeira com liquidação financeira e segunda por meio da troca de títulos.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG