Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: IPCA e fala de Bernanke movimentam a quinta-feira

SÃO PAULO - A retomada dos negócios na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F) é acompanhada de relevante agenda de indicadores.

Valor Online |

O destaque interno fica com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referente ao mês de junho. A previsão aponta para elevação de 0,78%, seguindo leitura de 0,79% em maio. O resultado pode confirmar um arrefecimento dos preços, depois que o IPCA-15 do mês passado surpreendeu para cima ao apontar alta de 0,90%.

Para alguns analistas, o resultado pode ajudar a formar melhor as expectativas quanto à decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que se reúne dias 22 e 23 de julho. Os agentes estão divididos entre a manutenção do ritmo de alta de 0,5 ponto e uma ação mais agressiva, de 0,75 ponto. Tal discussão ganha componente externo, conforme o preço das commodities ameaça recuar.

Os investidores brasileiros também assimilam o dia negativo em Wall Street, onde os principais indicadores de mercado perderam mais de 2% em função de renovadas preocupações com o setor financeiro e o impacto da desaceleração da economia no resultado das empresas.

Na Europa, atenção para a reunião do Banco da Inglaterra (BoE), que apresenta sua decisão sobre a taxa de juros. Correspondendo à previsão, a taxa foi mantida em 5% ao ano. Na semana passada, o Banco Central Europeu (BCE) subiu a taxa básica da zona do euro de 4% para 4,25%, ao ano.

Nos Estados Unidos, o presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, tem novo discurso agendado. Na terça-feira, o dirigente da autoridade monetária dos EUA disse que o Congresso deveria dar mais poderes de fiscalização ao Fed. Bernanke também acenou com a possibilidade de estender o prazo dos empréstimos para bancos de investimento. A idéia inicial era manter a facilidade até setembro.

Ainda no front externo, o Departamento de Trabalho dos EUA traz os pedidos semanais por seguro-desemprego. A previsão é de recuo de 404 mil, para 395 mil requisições.

A semana acaba com mais dois indicadores de inflação na agenda interna, o IPC da Fipe e a primeira prévia do IGP-M. Nos EUA, saem o índice de preços de importação, o resultado da balança comercial e a pesquisa preliminar sobre a confiança do consumidor. No âmbito corporativo, a General Electric (GE) apresenta seu resultado trimestral.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG