Tamanho do texto

SÃO PAULO - Setembro começa com relevante agenda de indicadores tanto no âmbito doméstico quanto no externo. Os destaques ficam por conta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de agosto e do relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano. Os dois indicadores saem na sexta-feira.

Para começar a semana, atenção aos já tradicionais boletim Focus, do Banco Central (BC), resultado da balança comercial e a variação no Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) referente à última semana de agosto.

Os negócios com ações, dólar, juros futuros e seu derivativos devem ser afetados nessa segunda-feira pelo feriado do Dia do Trabalho nos Estados Unidos. Geralmente o volume de negócios cai, pois os agentes não se arriscam sem seu principal referencial externo.

Na terça-feira, com o mercado norte-americano de volta à ativa, os investidores recebem o índice de atividade no setor industrial em agosto e os gastos com construção em julho.

A semana ainda reserva os dados sobre a indústria brasileira em julho, o Livro Bege do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, e o relatório de emprego no setor privado da ADP.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.