Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Inflação e balanços trimestrais fazem agenda da quarta-feira

SÃO PAULO - A quarta-feira apresenta fraca agenda de indicadores tanto no âmbito doméstico quanto no externo. A atenção mesmo se dirige para o preço das commodities, em especial o petróleo, que vem contribuindo para reduzir as preocupações com a inflação em âmbito global, mas tira atratividade dos ativos negociados na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Valor Online |

Expectativa também quanto à possibilidade de uma ressaca pós-decisão do Federal Reserve (Fed), que ontem optou pela manutenção da taxa básica norte-americana em 2% ao ano, sinalizando atenção à inflação e preocupação com o crescimento.

As bolsas aqui e lá fora tiveram valorização nos dias de reunião do Fed e queda acentuada do pregão seguinte. Isso foi observado nos encontros de junho, março e janeiro deste ano. A exceção foi o encontro de abril.

Na agenda externa, o Departamento de Energia dos EUA apresenta a variação semanal nos estoques de petróleo e derivados. O Mortgage Bankers Association (MBA) traz os pedidos semanais por empréstimos hipotecários.

Por aqui, o destaque do dia é o Índice Geral de Preços Disponibilidade Interna (IGP-DI) referente ao mês de julho. A previsão é de recuo na inflação, de 1,89% para 1,10%.

O dia também reserva o fluxo cambial, a ser apresentado pelo Banco Central (BC), e os dados sobre a venda de automóveis da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

No âmbito corporativo, o destaque do dia fica por conta do balanço da Vale do Rio Doce, que sai após o encerramento dos negócios na Bovespa. A Brascan Corretora prevê lucro líquido de R$ 5,03 bilhões para o segundo trimestre do ano, queda de 14% no comparativo anual, mas crescimento de 124% sobre o primeiro trimestre.

Também são apresentados os resultados da Gerdau, Ultrapar, Braskem, BicBanco, BRMalls, Randon, Medial Saúde, Totvs, CSU Card System e Camargo Correa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI).

Nos exterior, a agenda de resultados reservas os números da seguradora de crédito Ambac, da AIG Group, do BNP Paribas, da hipotecária Freddie Mac e da Time Warner.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG