Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Índice futuro sugere dia de perdas na Bovespa

SÃO PAULO - Mantida a indicação dada pelo mercado futuro, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pode registrar mais um pregão de baixa, o terceiro consecutivo. Há pouco, o Ibovespa com vencimento em agosto declinava 0,76%, para 59.370 pontos, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F).

Valor Online |

Dia de queda também se contempla em Wall Street, onde os investidores aguardam os dados semanais de desemprego e a venda de moradias usadas. Foco também na apresentação de balanços trimestrais, como o da Ford. Os agentes acompanham os trâmites para a aprovação de plano de ajuda ao setor imobiliário que vem para resgatar os mutuários com problemas de pagamento e também prevê aporte e nova regulação para as hipotecárias Freddie Mac e Fannie Mae.

Por aqui, atenção também para a reação dos investidores à decisão do Comitê de Política de Monetária (Copom), que subiu a taxa básica de juros em 0,75 ponto, para 13% ao ano. Não existia consenso, mas a decisão não deixa de surpreender, pois a maioria das apostas se concentrava em elevação 0,5 ponto.

Na sessão de ontem, a queda acentuada nas ações da Petrobras acabou minando a tentativa de avanço do índice, que estava apoiada nos papéis de segunda linha. Ao final do pregão, o Ibovespa recuou 0,38%, para 59.420 pontos, com giro financeiro em R$ 6,16 bilhões.

Em Wall Street, o petróleo em baixa manteve o bom humor garantindo valorização de 0,26% para o Dow Jones. O Nasdaq ganhou 0,95%.

A quinta-feira é de realização de lucros da Europa. Na Ásia, o dia foi positivo para a maior parte dos mercados.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG