Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Índice futuro aponta pregão de baixa para Bovespa

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não deve escapar da sinalização negativa proveniente do cenário externo, onde mais uma vez as dúvidas sobre a saúde do setor financeiro imperam. A indicação de venda já é dada pelo Ibovespa futuro, que opera com forte baixa na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F). Há pouco, o contrato com vencimento em agosto declinava 2,21%, para 59.940 pontos.

Valor Online |

Em Wall Street, os futuros também operam em forte queda. Além da preocupação com os bancos e financeiras, os investidores aguardam uma série de dados econômicos, como as vendas no varejo e o Índice de Preços ao Produtor (PPI, na sigla em inglês). O presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Ben Bernanke, falará ao Comitê Bancário do Senado. A agenda do dia ainda reserva balanços trimestrais da Johnson & Johnson e da Intel.

No final de semana, o Fed e o Tesouro tiveram que agir para conter os rumores que cercavam as financeiras hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. O BC ofereceu acesso à janela de redesconto e o Tesouro foi em busca de aprovação no Congresso americano para ampliar linhas de crédito e comprar ações das duas empresas.

Em um primeiro momento a reação à iniciativa foi positiva, mas a necessidade de intervenção comprovou os temores do mercado sobre a falta de liquidez.

A instabilidade nos Estados Unidos derruba o valor do dólar ante o euro e ajuda a pressionar para cima o preço das commodities, em especial do petróleo. Os contratos futuros já operam acima dos US$ 146 o barril.

A Europa reflete o ambiente de incerteza, com os bancos e as mineradoras puxando as perdas. Na Ásia, a terça-feira foi de queda para todos os mercados.

Na sessão de ontem, o Ibovespa conseguiu se manter descolado da instabilidade externa e garantiu fechamento em território positivo. O índice subiu 0,95%, para 60.720 pontos. O giro financeiro seguiu baixo, em R$ 4,3 bilhões. Em Wall Street, o Dow Jones recuou 0,41% e o Nasdaq cedeu 1,17%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG