Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Fluxo positivo garante queda do dólar na sexta-feira

SÃO PAULO - À parte do pessimismo externo e da instabilidade na Bolsa de Valores de Valores de São Paulo (Bovespa), a moeda norte-americana perdeu valor ante o real, encerrando a semana valendo 0,37% menos. Mas no mês, a divisa ainda acumula ganho de 0,31%.

Valor Online |

O leilão de compra no mercado à vista, efetuado pelo Banco Central, não foi capaz de inverter a trajetória de queda e o dólar comercial encerou a sexta-feira com baixa de 0,55%, valendo R$ 1,600 na compra e R$ 1,602 na venda.

Na roda de pronto da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BMF), a moeda encerrou com desvalorização de 0,56%, a R$ 1,6005. O volume financeiro foi de US$ 262,25 milhões, cerca da metade do registrado ontem.

Segundo o analista de câmbio da Corretora Liquidez, Mário Paiva, o mercado como um todo ainda sente os problemas de crédito subprime nos Estados Unidos e amarga as preocupações com o preço do petróleo. Mas mesmo com todo esse estresse, toda essa aversão ao risco, o dólar não sobe, exclama o analista.

De acordo com Paiva, o que garante a tendência de baixa da moeda estrangeira é basicamente o fluxo, que segue positivo e é estimulado pela expectativa de juros crescentes no Brasil. Com essa aversão a risco, a tendência é o dinheiro buscar remuneração em juro. E o Brasil paga o maior juro do mundo.

Paiva não descarta, no entanto, alguns episódios de valorização da moeda, reflexo da remessa de lucros obtidos por aqui para cobertura de prejuízos lá fora. Mas a tendência continua sendo de baixa, e durante todo o mês, o dólar deve trabalhar em torno de R$ 1,600.

Fazendo uma avaliação geral do ambiente de negócios, o analista não se diz pessimista com a situação atual. Segundo ele, movimentos como esse fazem parte da dinâmica do mercado. É um movimento normal, é um ajuste do otimismo exagerado que o mercado vinha.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG