Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Feriado nos EUA reteve negócios com ações, juros e dólar

SÃO PAULO - O mês de setembro começou de forma negativa para os mercados brasileiros, mas o feriado em Wall Street, que reduziu a liquidez na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), deixa o primeiro pregão do mês pouco representativo.

Valor Online |

A Bovespa acompanhou o preço das commodities e fechou a segunda-feira com baixa de 0,93%, aos 55.162 pontos. O giro financeiro somou R$ 1,99 bilhão, um dos menores do ano. O destaque do pregão ficou com o setor imobiliário depois que a Gafisa fechou acordo para ficar com 60% do capital da construtora Tenda.

No câmbio, o volume foi baixo e a formação da taxa seguiu a sinalização externa, onde o dólar também ganhou ante o euro e a libra, após a economia européia dar novos sinais de enfraquecimento.

Ao final do pregão, o dólar comercial era negociado a R$ 1,644 na compra e R$ 1,646 na venda, elevação de 0,67%. O valor de fechamento é o maior desde o dia 10 de junho.

Na roda de pronto da BM & F, a moeda fechou com valorização de 1%, também a R$ 1,646. O volume financeiro somou US$ 186,25 milhões. O giro interbancário foi de apenas US$ 1,28 bilhão, contra os US$ 5,5 bilhões observados na sexta-feira da semana passada.

Os juros futuros superaram a instabilidade da manhã e voltaram a apontar para baixo na BM & F. Além da queda no preço do petróleo, analistas afirmam que a curva refletiu dados preliminares apontando recuo na venda de veículos em agosto. Esse sinal de menor crescimento econômico aliado aos dados declinantes de inflação alivia a perspectiva de aperto monetário.

Ao final do pregão, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2010, o mais negociado, apontava baixa de 0,02 ponto, a 14,62% ao ano. O vencimento janeiro 2011 também perdeu 0,02 ponto, a 14,16%. Na contramão, janeiro 2012 valorizou 0,02 ponto, para 13,82%.

Entre os curtos, o vencimento para outubro de 2008 fechou estável a 13,28%. Novembro de 2008 encerrou a 13,44%, baixa de 0,01 ponto. Dezembro de 2008 também cedeu 0,01 ponto para 13,67%. E o DI para janeiro de 2009 fechou com baixa de 0,01 ponto, a 13,87% ao ano.

Até as 16h15, antes do ajuste final de posições, foram negociados 283.100 contratos, equivalentes a R$ 23,69 bilhões (US$ 14,50 bilhões), montante duas vezes menor do que o registrado na sexta-feira. O vencimento de janeiro de 2010 foi o mais negociado, com 108.860 contratos, equivalente a R$ 9,07 bilhões (US$ 5,55 bilhões).

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG