Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Dólar cai forte e volta a ser negociado abaixo de R$ 1,80

SÃO PAULO - A moeda norte-americana fechou a sexta-feira com a maior baixa percentual diária desde o dia 30 de abril, data na qual o país obteve seu primeiro grau de investimento, da agência Standard & Poor`s.

Valor Online |

O dólar comercial caiu 2,03%, encerrando a R$ 1,779 na compra e R$ 1,781 na venda. Mesmo assim, a divisa ainda fecha a semana com valorização de 3,54%. No acumulado do mês, a alta é de 8,93% e em 2008 o vantagem sobre o real está em 0,22%.

Na roda de pronto da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F), a moeda fechou com desvalorização de 1,82%, também a R$ 1,781. O volume financeiro somou US$ 243,25 milhões.

Para o analista de câmbio da Corretora Liquidez, Mário Paiva, a sexta-feira pode ser caracterizada como um dia de repique técnico no mercado de câmbio, não só Brasil, mas no mundo todo. Para ilustrar, o analista aponta que o euro ganhou 1,55% sobre o dólar e a libra avançou 2% sobre a moeda norte-americana. Foi um dia bom dentro de um mercado ruim, ainda assombrado pela aversão global a risco, avalia.

De acordo com o analista, há espaço para novas baixas no curtíssimo prazo, mas qualquer notícia negativa ou novo susto com o mercado financeiro dos EUA pode fazer o dólar voltar a ganhar força. O que preocupa é a crise de confiança nos EUA. E por mais que o Brasil tenha reservas e nossa economia ande bem acabamos sofrendo também, resume.

Ainda de acordo com Paiva, esse cenário marcado pela incerteza estimula estratégias de investimento que apostam na depreciação do real. E um sinal de que os agentes estão apostando contra o real é o aumento na volatilidade das opções de dólar.

Segundo o analista, mesmo com o Brasil pagando uma das maiores taxas de juros do mundo, as operações de arbitragem por aqui perdem atratividade, já que os agentes continuam liquidando ativos em real para cobrir perdas com o crédito subprime.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG