F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: DIs voltam a ajustar taxas para baixo na BM F

SÃO PAULO - Os contratos de Depósitos Interbancários (DIs) operam com redução de taxas na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F). O comportamento dá prosseguimento à baixa verificada já no fechamento de ontem.

Valor Online |

A melhora do cenário externo contribuiu para o movimento, que também reflete correção perante o exagero da alta registrada desde quinta-feira.

Há pouco, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2010 recuava 0,29 ponto percentual, para 15,30%. Janeiro 2011 tinha baixa de 0,50 ponto, a 15,85%. E janeiro 2012 apontava 16,25%, desvalorização de 0,41 ponto.

Na ponta curta, dezembro de 2008 operava em queda de 0,01 ponto percentual, a 13,64%. O DI para janeiro de 2009 era negociado a 13,71%, declínio de 0,03 ponto. Julho de 2009 apontava taxa de 14,66% ao ano, com recuo de 0,13 ponto percentual.

Agentes de mercado ponderam que o volume pequeno de negócios continua conduzindo o segmento a movimentos nem sempre casados com perspectivas econômicas e sim com operações pontuais e de maior peso.

Um analista de uma corretora paulista, que prefere não ser identificado, avalia que a baixa pode embutir uma perspectiva de desaceleração mais acentuada da economia. Apesar de a produção industrial brasileira ter registrado crescimento acima do esperado em setembro, os dados de outubro devem pesar em sentido oposto, com retração.

Após a manutenção do juro básico pelo Comitê de Política Monetária (Copom), na quarta-feira passada, as taxas de curto prazo se ajustaram, mas as de vencimento mais distante subiram muito mediante previsão de problemas com inflação no médio e longo prazo.

A incerteza sobre o rumo da política monetária e as expectativas do governo em relação o nível de desaceleração econômica a ser importada com a crise pode ganhar alguma luz depois de amanhã, quando será divulgada a ata da reunião do colegiado.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG