F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: DIs reforçam rumo de alta das taxas na BM F

SÃO PAULO - Os contratos de Depósitos Interfinanceiros (DIs) continuam operando com aumento das taxas na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F), dando continuidade ao movimento que predominou na semana passada. Agentes do segmento afirmam que a variável de maior peso para esse desempenho tem a ver com a falta de liquidez no segmento e o tanto de incerteza que ainda existe no médio e longo prazo, tanto lá fora como aqui no Brasil.

Valor Online |

Há pouco, o contrato de DI com vencimento para janeiro de 2010 subia 0,06 ponto percentual, para 15,74%. Janeiro 2011 tinha ganho de 0,19 ponto, a 16,60%. E janeiro 2012 apontava 17,18%, valorização de 0,12 ponto.

Na ponta curta, dezembro de 2008 marcava 13,69%, alta de 0,01 ponto e o DI para janeiro de 2009 era negociado a 13,74%, declínio de 0,02 ponto percentual. Julho de 2009 marcava taxa anual de 14,93%, com aumento de 0,13 ponto percentual.

Analistas do segmento acreditam que a valorização das taxas, sobretudo entre os vencimentos mais longos, se dá pela escassez de negócios. Segundo Ures Folchini, vice-presidente de Tesouraria do Banco WestLB, os estrangeiros, que eram os principais players em contratos de longo prazo, partiram do mercado doméstico e não devem voltar tão cedo.

Além da incerteza externa que retira a liquidez internacional, o mercado doméstico também lida com as incertezas locais. Folchini diz que o mercado ainda está muito dividido sobre a maneira com o que Banco Central vai lidar com a aceleração da inflação no curto prazo. Alguns apostam em controle pelo juros e outros apostam que a desaceleração contratada com a crise deve dar conta dessa pressão de preços.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG