Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: DIs operam sem rumo definido, seguindo dólar e bolsas

SÃO PAULO - Os contratos de juros futuros seguem operando sem tendência definida na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F). No radar dos investidores, estão o comportamento do dólar, que segue avançando sobre o real, e a sinalização externa negativa.

Valor Online |

Na BM & F, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2010 aumentava 0,09 ponto percentual, a 15,18%. Janeiro 2011 subia 0,08 ponto, a 15,88%. Em direção contrária, janeiro 2012 apontava 16,06%, recuo de 0,02 ponto.

Na ponta curta, dezembro de 2008 marcava 13,54%, declínio de 0,02 ponto. E o DI para janeiro de 2009 também desvalorizava 0,02 ponto, projetando 13,66%.

O gerente da mesa financeira da Hencorp Commcor Corretora, Rodrigo Nassar, comentou que, na ausência de notícias relevantes na agenda interna, a formação das curvas é pressionada pelo preço do dólar e pelo mau humor nas bolsas de valores.

A moeda norte-americana registra o terceiro dia seguido consecutivo de alta ante o real. Apesar da atuação do Banco Central (BC), que já vendeu moeda no mercado à vista, o dólar era negociado há pouco a R$ 2,270 na venda, apreciação de 2,02%. Segundo Nassar, é visível uma acentuada saída de recursos na sessão de hoje.

Voltando o foco para as taxas futuras, o especialista aponta que o momento é de grande incerteza, pois ainda não é possível visualizar como a crise externa atingirá a base da economia brasileira.

Em função dessa incógnita, Nassar acredita que o BC deve manter a posição de observação adotada na reunião de outubro, segurando a taxa básica de juros da economia brasileira em 13,75% ao ano. O próximo encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) está agendado para os dias 9 e 10 de dezembro.

Na gestão da dívida pública, o Tesouro Nacional realiza hoje leilão de compra de Letras do Tesouro Nacional (LTN). As propostas serão tomadas das 12h às 13h.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG