F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: DIs de longo prazo reforçam trajetória de alta na BM F

SÃO PAULO - Dando prosseguimento ao movimento iniciado ontem, os contratos de Depósitos Interbancários (DIs) com vencimentos de longo prazo continuam ajustando as taxas para cima, em contraposição aos vencimentos mais curtos, nos quais a correção ocorre em sentido contrário. Além da manutenção da taxa Selic nesta semana, o comportamento das taxas também aponta para movimentos de zeragens de posição dos investidores que estavam posicionados em contratos de longo prazo. Há pouco, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2010 caía 0,03 ponto percentual, para 15,50%, depois de ter alcançado a máxima de 16,10% pela manhã. Janeiro de 2011 tinha alta de 0,11 ponto, a 16,36%.

Valor Online |

O contrato para janeiro de 2012 apontava 16,85%, com valorização de 0,20 ponto.

Na ponta curta, dezembro de 2008 marcava 13,68%, queda de 0,01 ponto. O DI para janeiro de 2009 era negociado a 13,77%, declínio de 0,05 ponto.

Na avaliação de Januário Hostin Junior, gestor da Leme Investimentos, a trajetória das taxas dos contratos futuros de juros estão completamente fora da realidade, sobretudo as de vencimento mais longo. Segundo ele, o volume de negócios nesse segmento está muito baixo, o que leva a distorções a cada movimento mais significativo de compra ou venda de contratos.

Desde ontem, o que os agentes do segmento têm relatado é uma realização de lucro dos três primeiros dias desta semana, quando os prêmio se ajustaram com força para baixo. "Num quadro de pouca liquidez como agora, qualquer zeragem mais significativa levam as taxas para cima", diz Hostim Junior.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG