SÃO PAULO - As atividades na maioria das praças acionárias da Europa transcorrem no território negativo. O movimento das ações de bancos, o comportamento do câmbio e as baixas registradas ontem em Wall Street compõem a relação de assuntos sob análise nesta sessão.

Os investidores se revelam inquietos com a saúde do setor bancário em meio a sinais mais nítidos de uma suavização no ritmo de crescimento econômico.

Ante um clima de desapontamentos, o euro foi negociado acima de US$ 1,60, novo nível recorde de alta.

Minutos atrás, o indicador londrino FTSE-100 diminuía 2,43%, aos 5.171,40 pontos. O CAC-40, de Paris, recuava 1,92%, ficando em 4.062,92 pontos. Em Frankfurt, o DAX somava 6.038,01 pontos, com decréscimo de 2,62%.

Tinhas perdas as ações do Royal Bank of Scotland (RBS), Lloyds TSB, Barclays, AXA, BNP Paribas, Crédito Agricole, Deutsche Bank, Commerzbank, Infineon, EADS e Danone.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.