SÃO PAULO - As bolsas americanas fecharam em queda na sexta-feira com o prejuízo trimestral de US$ 15,5 bilhões da General Motors e a alta do petróleo, além de temores de que a economia está caminhando para uma recessão e preocupações com os resultados corporativos.

O índice Dow Jones teve baixa de 0,45%, a 11.326 pontos. O Standard & Poor´s 500 caiu 0,56%, a 1.260 pontos. O Nasdaq recuou 0,63%, a 2.310 pontos. Na semana, o Dow caiu 0,4%, o S & P subiu 0,2% e o Nasdaq fechou estável.

Um relatório do governo mostrando que o número de empregos reduziu pelo sétimo mês consecutivo em julho acrescentou preocupações ao mercado, apesar do aumento do desemprego não ter sido tão forte quanto temido. O relatório também mostrou que a taxa de desemprego subiu para o maior nível em quatro anos.

O prejuízo do segundo trimestre da General Motors é o exemplo mais recente de como os altos preços do petróleo estão atingindo os gastos dos consumidores. As ações da empresa despencaram 7,6%.

A queda dos preços globais do metal e os fracos dados manufatureiros no mundo atingiram as ações da Alcoa que caíram 5%. As da Caterpillar recuaram 2%. As duas puxaram a baixa do Dow.

O principal índice de ações européias fechou em baixa, abalado pelas ações de mineradoras após a queda dos preços de metais e pelos papéis do setor automotivo depois do alerta de lucros da BMW e do forte prejuízo da GM . O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,46%, para 1.162 pontos.

A farmacêutica irlandesa Elan desabou 46% depois que o segundo revés em uma semana em um produto trouxe desconfiança sobre sua linha de remédios ligados à área de biotecnologia.

Os investidores também se incomodaram com o desemprego no maior nível em quatro anos nos Estados Unidos. Julho registrou o sétimo mês seguido de corte de vagas no país - ainda que o fechamento de postos de trabalho tenha sido menos severo do o esperado. A BMW caiu 5,3% após o alerta de que as metas para 2008 podem não ser atendidas.

Em Londres, o índice FT fechou em baixa de 1,06%, a 5.354 pontos. O DAX, de Frankfurt, caiu 1,28%, para 6.396 pontos. Em Paris, o CAC-40 recuou 1,78%, para 4.314 pontos. Também caíram as bolsas de Milão (0,86%), Madri (2,62%) e Lisboa (1,32%).

(Valor Econômico, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.