Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados cedem pressão a bônus grego após acordo de ajuda da UE

Atenas, 12 abr (EFE).- Os mercados internacionais reagiram hoje positivamente ao plano de ajuda econômica à Grécia estipulado pelos membros da zona do euro e aliviaram a pressão sobre o bônus grego, impulsionando a alta da Bolsa de Atenas, embora o Executivo grego continue mantendo que não recorrerá a ele por enquanto.

EFE |

Atenas, 12 abr (EFE).- Os mercados internacionais reagiram hoje positivamente ao plano de ajuda econômica à Grécia estipulado pelos membros da zona do euro e aliviaram a pressão sobre o bônus grego, impulsionando a alta da Bolsa de Atenas, embora o Executivo grego continue mantendo que não recorrerá a ele por enquanto. A diferença entre o bônus grego de dez anos e o "bund" alemão se reduzia para 323 pontos-base às 7h (horário de Brasília) de hoje, com uma rentabilidade de 6,508% e uma rentabilidade de 7,25% em relação a sexta-feira passada. A Bolsa de Valores de Atenas chegou a subir hoje 5% por volta das 8h (de Brasília), quando o índice se situava aos 2.097,04 pontos, frente aos 1.925,82 pontos do fechamento da última sexta-feira. Paralelamente, o euro se valorizava, cotado aos US$ 1,3595 às 8h (de Brasília), frente aos US$ 1,3447 dólares no fechamento do pregão de sexta. Apesar deste alívio, o vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Lucas Papademos, advertiu que "a diferença do bônus do Estado grego em alguns países se mantém em níveis altos". Os países da zona do euro acordaram ontem disponibilizar à Grécia empréstimos no valor de 30 bilhões de euros, a juros em torno de 5%. Além disso, espera-se que também o Fundo Monetário Internacional (FMI) defina qual será sua contribuição, estimada entre 10 bilhões e 15 bilhões de euros para este ano. EFE afb/sa
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG