Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bovespa supera instabilidade externa e garante alta de 0,52%

SÃO PAULO - Depois da euforia de ontem, a cautela deu o rumo dos negócios na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) nesta quarta-feira. Mas depois de um começo de sessão bastante negativo, as compras acabaram prevalecendo.

Valor Online |

Depois de cair mais de 3,8% pela manhã, o Ibovespa fechou a quarta-feira com alta de 0,52%, aos 49.798 pontos. O giro financeiro somou R$ 5,03 bilhões.

Em Wall Street, os índices ensaiaram, mas não conseguiram permanecer em território positivo. O Dow Jones acabou encerrando o pregão com baixa de 0,18%, enquanto o Nasdaq perdeu 1,07%.

Segundo o analista de investimentos da Spinelli Corretora de Valores, Jayme Alves, a melhora de humor no final do pregão refletiu a expectativa de que os senadores norte-americanos devem aprovar o plano de resgate do setor financeiro.

O pacote sofreu algumas alterações, mas o núcleo do projeto continua prevendo a destinação de US$ 700 bilhões para o saneamento dos balanços dos bancos. Na segunda-feira, a câmara dos deputados dos EUA rejeitou o projeto trazendo pânico aos mercados.

Na avaliação de Alves, esse projeto de ajuda massiva aos bancos aliado a outras medidas, como liberação de liquidez pelos bancos centrais na Europa, deve ajudar a reduzir a aversão ao risco e a restrição ao crédito. "É preciso um choque de confiança para que o mercado volte a funcionar", afirma o especialista.

Ainda de acordo com o analista, os investidores também acompanham as discussões em torno da possibilidade de redução na taxa básica de juros não só nos Estados Unidos, mas também na Europa. Amanhã, o Banco Central Europeu (BCE) apresenta sua decisão. Para Alves, o consenso ainda é de manutenção da taxa, mas o colegiado europeu pode fazer alguma sinalização em direção a juros mais baixos.

De volta à Bovespa, o destaque da sessão ficou com o papel ON da BM & FBovespa, que reverteu as perdas do dia para encerrar com alta de 6,94%, aos R$ 9,09. Contribuindo para os ganhos do dia, Eletropaulo PNB teve valorização de 7,62%, para R$ 28,52, e Redecard ON subiu 4,50%, negociada a R$ 26,00.

O ganho só não foi mais expressivo pois os carros-chefe encerram em baixa. Petrobras PN perdeu 0,56%, para R$ 34,90, e Vale PNA encerrou praticamente estável, a R$ 32,70, com leve baixa de 0,03%.

Perda acentuada para a unit da América Latina Logística. O papel caiu 13,07%, encerrando a R$ 11,30, e ficou entre os dez mais negociados. Entre as construtoras Rossi Residencial ON cedeu 7,59%, para R$ 4,99.

Na ponta compradora, Gol PN liderou as altas, avançando 9,20%, para R$ 13,05. Forte valorização também para o papel PN da Sadia com ganho de 8,59%, a R$ 6,20.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG