Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bovespa sobe 2,89%; dólar reverte e cai 0,14%, para R$ 2,02

SÃO PAULO - Depois da acentuada baixa de ontem, os investidores retornam à ponta compradora da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Por volta das 10h45, o Ibovespa apresentava valorização de 2,89%, para 47.

Valor Online |

477 pontos, com giro financeiro em R$ 380 milhões.

Em Wall Street, os índices também apontam para cima, apesar dos fracos dados sobre o mercado de trabalho e da expectativa sobre a votação do projeto de resgate ao setor financeiro. Há pouco, o Dow Jones subia 1,25%, enquanto o Nasdaq ganhava 2,22%.

Antes da abertura do pregão, o Departamento de Trabalho anunciou o fechamento de 159 mil postos de trabalho durante o mês de setembro, a maior baixa desde março de 2003. O resultado foi pior do que as expectativas, mas ainda assim foi bem recebido pelos investidores. A taxa de desemprego ficou estável em 6,1%.

Atenção também para Washington, onde os congressistas costuram acordos para colocar em votação e aprovar o plano de resgate ao setor financeiro. O projeto, que já foi votado e aprovado pelo Senado, inclui algumas medidas para agradar o americano médio, como isenção tributária e maior garantia para os depósitos. A votação deve acontecer no começo da tarde.

De volta ao mercado interno, depois de uma disparada de 2,7% no começo do dia, o dólar perde força ante o real. Há pouco, a moeda valia R$ 2,020 na venda, queda de 0,14%.

Dentro do Ibovespa, destaque para Vale PNA, que subia 5,03%, para R$ 30,85, e para Petrobras PN, com ganho de 3,74%, para R$ 33,25. Com o quarto maior volume do pregão, BM & FBovespa ON aumentava 4,28%, para R$ 8,76.

Depois de perdas de dois dígitos, ontem, as varejistas esboçam reação. Lojas Renner ON apresentava alta de 6,89%, para R$ 21,54, Lojas Americanas PN subia 3,82%, valendo R$ 8,15. Cosan ON, Cesp PNB, Telemar ON e Braskem PNA ganhavam mais de 5% cada.

Fora da recuperação, Aracruz PNB desabava 13,17%, para R$ 5,60. Também no setor de papel e celulose VCP PN perdia 2,13%, para R$ 25,20.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG