Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bovespa segue descolada de Nova York e cai 1,94%

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não acompanha o movimento de alta observado em Nova York, e segue operando em território negativo. Por volta das 15h05, o Ibovespa se desvalorizava 1,94%, para 35.

Valor Online |

023 pontos, com giro financeiro em R$ 1,65 bilhão.

Em Wall Street, depois de um começo de sessão bastante instável, o Dow Jones firmou posição em território positivo, e, há pouco, avançava 2,03%. Já a bolsa eletrônica Nasdaq subia 0,65%. O sentimento positivo do dia foi garantido pela Hewlett-Packard (HP), que apresentou resultados trimestrais acima do esperado.

Os investidores também acompanharam as discussões entre o secretário do Tesouro, Henry Paulson, e a presidente da Federal Deposit Insurance Corp. (órgão que garante os depósitos bancários), Sheila Blair, sobre o uso do pacote de US$ 700 bilhões. Shelia pretendia utilizar parte dos recursos em auxílio a devedores hipotecários, mas Paulson disse que não pagaria por isso.

O secretário do Tesouro voltou a afirmar que utilizará parte do dinheiro para comprar participações em instituições financeiras. Tal atitude difere da política defendida inicialmente, que apontava para a compra de ativos podres que estão no balanço dos bancos. Já Sheila quer atingir a raiz da crise, que na sua opinião são os financiamentos e as execuções hipotecárias.

De volta ao mercado interno, no câmbio, o dólar segue apontando alta ante o real. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,303 na venda, valorização de 1,14%. O BC anunciou, há pouco, o resultado do leilão de rolagem de swap cambial. Do lote de 73,1 mil contratos, 41,2% foram tomados em uma operação avaliada em US$ 1,432 bilhão.

Dentro do Ibovespa, os carros-chefe continuam liderando as perdas. Petrobras PN recuava 2,54%, para R$ 19,93, Vale PNA perdia 3,20%, para R$ 23,52, e CSN ON se desvalorizava 3,72%, para R$ 22,72.

Queda acentuada para os bancos, com Itaú PN e Bradesco PN perdendo mais de 4% cada para R$ 24,52 e R$ 22,66, respectivamente. E as units do Unibanco caíam 4,77%, valendo R$ 13,57.

À parte da instabilidade, Cteep PN aumentava 5,16%, para R$ 46,59. Natura ON subia 3,40%, para R$ 20,68, e Light ON apresentava alta de 3,19%, negociada a R$ 22,91.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG