SÃO PAULO - Os investidores podem dar prosseguimento ao movimento comprador, que já rendeu 15% de valorização para a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) entre a quinta e a sexta-feira da semana passada. A indicação vem do mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em outubro aumentava 1,62%, ficando em 53.

980 pontos, revertendo as perdas registradas no começo dos negócios.

Em Wall Street, os futuros operam com leve baixa, com os investidores digerindo os detalhes do plano de resgate anunciado no final de semana. O governo dos Estados Unidos propôs a criação de uma nova agência do Tesouro que poderá recomprar até US$ 700 bilhões em títulos lastreados em hipotecas nos próximos dois anos.

Agora pela manhã, os ministros do G7, grupo dos sete países mais ricos do mundo, tiveram reunião na qual concordaram em tomar " quaisquer ações necessárias " para garantir a estabilidade do sistema financeiro internacional. O grupo também divulgou seu apoio ao plano do governo norte-americano.

O setor financeiro segue em destaque, marcado pelo o que alguns chamam de o fim da era dos bancos de investimentos. No final de semana, os últimos dois grandes representantes da indústria, o Goldman Sachs e o Morgan Stanley pediram autorização, e foram atendidos, para virar bancos, ou seja, poderão ter depósitos à vista e estão sujeito à maior regulação e requerimentos de capital. No desenrolar da crise ,caiu o Lehman Brothers, e o Merrill Lynch e Bear Stearns foram vendidos.

Na sexta-feira, em meio às notícias de que o governo dos EUA estudava a criação de tal agência para comprar os títulos podres dos bancos, a euforia tomou conta dos mercados. Com isso, o Ibovespa encerrou com alta de 9,57%, maior ganho diário desde janeiro de 1999, apontando 53.055 pontos. O giro financeiro somou R$ 7,67 bilhões.

No entanto, mesmo depois de uma elevação de mais de 9% na sexta-feira e outra de 5,4% na quinta-feira, a valorização acumulada na semana foi de apenas 1,26%. No mês, o índice ainda perde 5%, e, em 2008, o Ibovespa ainda deve 16,95%.

Em Wall Street, o dia também foi de compras acentuadas, com o Dow Jones fechando a sexta-feira com alta de 3,35%. A bolsa eletrônica Nasdaq ganhou 3,40%.

Na Europa, a segunda-feira é instável, com os índices devolvendo parte dos ganhos do fim da semana passada. Na Ásia, a semana iniciou-se de forma positiva para os principais mercados da região.

"(Eduardo Campos | Valor Online)"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.