Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bovespa pode dar continuidade ao avanço de ontem

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pode dar continuidade aos ganhos do pregão de ontem. A sinalização vem do mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em outubro, contrato que expira dia 15, subia 0,80%, aos 49.

Valor Online |

800 pontos.

Em Wall Street, o mercado futuro opera com leve baixa. Os investidores aguardam a votação no Senado sobre o plano de resgate ao setor financeiro. Algumas modificações teriam sido feitas como maior isenção tributária para consumidores e empresas e maior garantia de depósitos bancários. Na segunda-feira, a Câmara de Representantes dos EUA rejeitou a proposta, trazendo pânico para os mercados.

Os investidores também acompanham os dados sobre o mercado de trabalho da ADP, empresa que processa folhas de pagamento. Em pesquisa, mostrou que a economia norte-americana perdeu 8 mil pontos no mês de setembro, resultado bastante inferior à previsão de queda de 65 mil. Os dados oficiais serão apresentados na sexta-feira.

Foco também nas discussões sobre as taxas de juros. Mais analistas apostam que o Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, reduzirá o custo do dinheiro. Tal posição também poderia ser tomada pelo Banco Central Europeu (BCE), com reunião marcada para amanhã.

A terça-feira foi de forte recuperação tanto aqui quanto em Wall Street - os investidores recobraram o otimismo na expectativa de que congressistas norte-americanos apreciem e aprovem um novo plano de resgate ao setor financeiro.

Seguindo as perdas recordes da segunda-feira, o Ibovespa subiu 7,63% um dia depois, encerrando aos 49.541 pontos. O giro financeiro somou R$ 4,87 bilhões. Em Wall Street, o Dow Jones teve alta de 4,68% e o Nasdaq subiu 4,97%.

A forte elevação ajudou a conter as perdas em setembro, mas ainda assim o Ibovespa cedeu 11,03%, fazendo desse o pior mês desde abril de 2004. O trimestre também foi francamente negativo, com o índice perdendo 23,80%. Com isso, em nove meses, a bolsa tem desvalorização de 22,45%.

Na Europa, a quarta-feira não tem tendência definida. Os mercados asiáticos não seguiram completamente o dia positivo em Wall Street e fecharam a quarta-feira tem direção única. Tóquio subiu 0,96% e Seul perdeu 0,58%.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG