Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bovespa passa a subir depois de registrar mínima em 12 meses

SÃO PAULO - Depois de verificar mínimas em 12 meses durante a manhã, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) passa para o território positivo. Apoiado nas ações da Petrobras e Vale, por volta das 13h10, o Ibovespa apresentava alta de 1,38%, para 54.060 pontos, com giro financeiro em R$ 2,36 bilhões.

Valor Online |

O economista-chefe da Gradual Corretora, Pedro Paulo Silveira, avaliou que o dia começou de forma bastante negativa, depois que a elevação maior do que a esperada do Índice de Preços ao Produtor (PPI) norte-americano trouxe consigo a idéia de alta de juro nos Estados Unidos. Com isso, o dólar ganhou força e as commodities vieram para baixo. Dentro desse contexto, o Ibovespa testou a mínima da manhã, aos 52.344 pontos.

O cenário começou a mudar depois que o Departamento de Comércio norte-americano indicou que construção de novas moradias caiu em julho para o menor patamar em 17 anos. Com dado apontando debilidade da economia, diz o especialista, a possibilidade de elevação de juros foi deixada de lado, o dólar mudou de direção e as commodities, com exceção do petróleo, passaram a ganhar força. Com esse novo panorama, os compradores voltaram a atuar na Bovespa.

Puxando os ganhos dentro do índice, Petrobras PN aumentava 4,16%, para R$ 33,00, e Vale PNA ganhava 3,03%, para R$ 35,96. As siderúrgicas também mudaram de direção, com o papel ON da CSN passando a subir 0,27%, para R$ 51,15. Usiminas PNA valorizava 0,75%, para R$ 53,10.

Mais alinhados ao mercado norte-americano, os bancos continuam perdendo valor. Há pouco, o papel PN do Bradesco caía 0,71%, para R$ 29,11, Itaú PN perdia 0,72%, para R$ 30,16.

Em Wall Street, as preocupações com o setor financeiro aliado aos dados econômicos negativos puxavam uma queda de 1,32% para o Dow Jones. Perdas também o Nasdaq, que recuava 1,29%.

Fora do Ibovespa, destaque de valorização e volume para a ação ON da BM & F, que ganhava 6,55%, para R$ 10,56. Bovespa Holding ON subia 5,89%, para R$ 15,09. A partir de amanhã, as empresas passam a ser negociadas de forma unificada no pregão, sob o código BVMF3.

Forte alta também para a ação ON da OGX Petróleo, que ganhava 15,84%, para R$ 713,62. Ontem, o papel tinha subido 21%, depois que sua nota foi melhorada por analistas do JP Morgan.

Acompanhando o euro, o real também recuperou valor ante o dólar. Após bater R$ 1,650 durante a manhã, maior preço desde maio, há pouco, o dólar operava estável ante o real, negociado a R$ 1,639 na venda.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG