SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registrou forte baixa nesta quarta-feira, levada pelo péssimo humor dos investidores estrangeiros. A aversão a riscos se aprofundou e a preocupação com dados da economia real deslocou os investidores para a ponta de venda.

Depois de cair 10% no início da tarde e acionar a trava automática da bolsa paulista, o circuit breaker, a bolsa sustentou valorização entre 11% e 14% nas horas finais de negociação. A sessão foi estendida até 17h30 devido ao vencimento de opções sobre Ibovespa e dos contratos futuros do índice, na BM & F, que precisavam de três horas de negociação para fechar a média das transações.

No final, o Ibovespa marcou 13,16% de queda, com 36.096 pontos e giro financeiro de R$ 7,764 bilhões. Com isso, o índice devolve a maior parte da recuperação acumulada entre segunda-feira e ontem, de 16,71%.

Entre os ativos de maior peso na carteira, Petrobras PN caiu 15,30%, para R$ 23,11; Vale PNA perdeu 16,49%, para a R$ 23,13; BM & FBovespa ON teve queda de 15,24%, para R$ 6,95; Bradesco PN se desvalorizou 9,26%, a R$ 25,75; e Vale ON cedeu 19,05%, para R$ 25,49.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.