Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bovespa avança mais de 4,5% e dólar recua 2%, a R$ 1,926

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) aprofunda a tendência de alta. Os investidores compram a idéia de que um plano alternativo de resgate ao setor financeiro pode ter futuro nos Estados Unidos.

Valor Online |

Por volta das 14h15, o Ibovespa aumentava 4,74%, aos 48.207 pontos. O giro financeiro estava em R$ 2,36 bilhões.

Bom desempenho também em Wall Street, onde os investidores seguem firmes na retomada das compras depois das perdas históricas de ontem. Há pouco, o Dow Jones avançava 2,78% e o Nasdaq registrava valorização de 3,18%.

Depois da derrota de ontem, quando deputados americanos derrubaram o plano de US$ 700 bilhões do Tesouro, surge agora a expectativa de uma proposta reformulada. Além disso, cresce a perspectiva de corte de juro como forma de estimular a liquidez.

O mercado de câmbio também reflete a melhora e os investidores refazem suas posições depois das compras acentuadas de ontem. Há pouco, o dólar comercial valia R$ 1,926 na venda, queda de 2,03%.

Dentro do Ibovespa, destaque para o papel PN da Petrobras, que firma alta e subia 5,03%, a R$ 34,40. Vale PNA também tem forte desempenho, com elevação de 6,23%, para R$ 32,19.

Entre os bancos, Itaú PN ganhava 4,78%, a R$ 30,45. Bradesco PN, que chegou a operar em território negativo, aumentava 2,80%, cotado a R$ 29,30, e Banco do Brasil ON aumentava 5,76%, a R$ 21,65.

Liderando os ganhos, Eletropaulo PNB disparava 12,17%, negociado a R$ 26,25. BM & FBovespa ON tinha ganho de 9,36%, a R$ 7,94. E Telemar PN subia 9,36%, para R$ 32,59.

Fugindo à recuperação, Cosan ON caía 2,50%, negociado R$ 12,87, e as units da América Latina Logística perdiam 1,35%, para R$ 13,12.

Fora do Ibovespa, o destaque estava com o ativo ON da OGX Petróleo, que disparava 23,80%, a R$ 390,00. Ganho expressivo também para o ativo PN do Banco Panamericano, de 16,56%, cotado a R$ 3,73, depois de desabar 30% ontem.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG