Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bolsas internacionais fecharam em queda por empregos e bancos

As bolsas americanas fecharam em queda ontem à medida que investidores se preocupavam com renovados sinais de fraqueza no mercado de trabalho e com o alerta do chairman do Fed, Ben Bernanke, sobre a possível falência de pequenos bancos devido à crise do setor imobiliário.

Valor Online |

O índice Dow Jones teve baixa de 0,88%, a 12.582 pontos. O Standard & Poor ? s 500 caiu 0,89%, a 1.367 pontos. O Nasdaq retrocedeu 0,94%, a 2.331 pontos.

As ações do setor financeiro lideraram as perdas após Bernanke, discursando pelo segundo dia diante de membros do Congresso americano, dizer que pequenos bancos que investiram pesadamente no estado real podem falir à medida que a crise do mercado imobiliário drene seu capital.

Dois lembretes do estado frágil da economia americana vieram mais cedo: os números de pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos saltaram na última semana enquanto que a mais recente estimativa da atividade econômica, medida pelo Produto Interno Bruto (PIB), confirmou que o crescimento foi muito fraco no último trimestre de 2007.

O mercado europeu terminou em queda, derrubada por ações do setor financeiro. O índice FTSEurofirst 300, que engloba os principais papéis do continente, caiu 1,8%, a 1.333 pontos, acumulando baixa de 11,5% no ano.

Em Londres, o índice Financial Times encerrou em queda de 1,82%, a 5.965 pontos. Em Frankfurt, recuo de 1,93%, para 6.862 pontos. Em Paris, queda de 2,08%, para 4.865 pontos. Em Milão, baixa de 1,22%, a 26.037 pontos. Em Madri, desvalorização de 1,35%, para 13.272 pontos. Em Lisboa, baixa de 1,4%, para 10.968 pontos.

(Valor Econômico, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG