Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Bolsa fecha em alta de 7,47% e soma ganho de 19% na semana

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encadeou hoje o terceiro pregão consecutivo de alta significativa e acumula nesta semana ganho de 18,95%. A razão para continuar no clima de recuperação na reta final de outubro veio de uma queda menor do que o esperado para o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos.

Valor Online |

A atração exercida por papéis muito baratos também continuou chamando investidores que buscam reduzir as perdas das últimas semanas. Resta saber se o movimento resistirá amanhã a uma realização de final de mês.

No final dos negócios, o Ibovespa subiu 7,47%, aos 37.448 pontos, com giro financeiro de US$ 5,254 bilhões. Em alta o dia todo, o índice alcançou 37.589 pontos na máxima do dia. O contrato de índice com vencimento em dezembro encerrou com alta de 8,45% aos 38.500 pontos. Nesta semana, o índice já soma alta de 18,95%. A variação já compensa a perda acumulada na semana passada, de 13,51%, e reduz a baixa no mês até agora para 24,41%. No ano, a perda ainda soma 41,38%.

Bruno Lembi, sócio da M2 investimentos, diz que além do resultado do PIB dos EUA, cuja retração em taxa anualizada ajustada sazonalmente foi de 0,3% entre julho e setembro, também contam pontos hoje ainda a redução do juro nos Estados Unidos e na China, ambas anunciadas ontem.

Além disso, o fluxo de transações interbancárias também melhorou bastante no mercado internacional, o que vem sendo notado por meio da diminuição das taxas do tipo Libor.

Por aqui, o temor de exposição cambial de bancos e empresas com derivativos também diminuiu após comunicados das instituições financeiras. A atitude dos bancos e os resultados trimestrais antecipados também afastaram um pouco o temor de risco sistêmico no país e devolveram ao mercado algum ânimo para as compras.

Considerando a melhora de cenário externo, a ausência de novas notícias negativas e as oportunidades de preço no mercado acionário, as apostas dos agentes poderiam ser de uma nova alta amanhã, mas Lembi destaca que o mercado tem trabalhado com giro de curto prazo e, após três dias de ganho, é pouco provável que os investidores fechem a semana e o mês sem se renderem à realização de lucro.

Entre os ativos de maior peso na carteira, Petrobras PN subiu 6,77%, para R$ 22,85; Vale PNA ganhou 7,23%, para R$ 25,20; BM & FBovespa ON avançou 15,80%, para R$ 6,08; Bradesco PN se valorizou 12,27%, a R$ 25,88; e Vale ON aumentou 7,13%, para R$ 27,79.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG