SÃO PAULO - A terça-feira tem fraca agenda de indicadores e o destaque fica com a divulgação de resultados corporativos internos e externos.

Por aqui, estão agendados os balanços da fabricante motores elétricos WEG e da produtora de papel Klabin. No exterior, atenção para os resultados da Caterpillar, que faz parte do índice Dow Jones, Chicago Mercantile Exchange, Freeport-McRoRan Copper, Lockheed Martin, Washington Mutual, Wachovia e Yahoo.

Na agenda de indicadores, o único dado previsto para o dia é o índice de atividade do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, de Richmond. Os investidores também aguardam discurso do presidente do Fed de da Filadélfia, Charles Plosser.

Começa hoje a reunião do Comitê de Política de Monetária (Copom), mas só amanhã o colegiado apresenta sua decisão sobre a taxa de juros brasileira. As apostas estão divididas entre nova alta de 0,5 ponto ou ajuste mais austero de 0,75 ponto percentual.

A quarta-feira também reserva o Livro Bege do Fed, que faz uma compilação sobre a percepção das unidades regionais do BC norte-americano sobre a atividade econômica, e os estoques de petróleo e derivados.

Na quinta-feira, o foco está na inflação interna com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) de julho. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também traz a taxa de desemprego de junho.

A semana acaba com dados sobre o setor imobiliário norte-americano e as encomendas por bens duráveis.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.