Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Balanço do Citigroup dá o tom da sexta-feira

SÃO PAULO - A semana chega ao fim sem dados relevantes na agenda de indicadores. O destaque, mais uma vez, fica com os balanços financeiros norte-americanos. Depois do JP Morgan e do Merrill Lynch, hoje é a vez do Citigroup.

Valor Online |

Por aqui, o único dado agendando é o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que aumentou 0,59% na segunda medição do mês ante previsão de inflação em 0,72%.

O JP Morgan surpreendeu positivamente os analistas. Apesar da queda de 53% no comparativo anual, os US$ 2 bilhões embolsados entre abril e junho superaram a estimativa. Depois do encerramento, o Merrill Lynch apresentou seu resultado. A perda trimestral foi de US$ 4,65 bilhões, ou US$ 4,97 por ação, superando assim a previsão mais pessimista que apontava perda de US$ 4,21 por papel. No after market da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, na sigla em inglês) o papel caiu mais de 8%. No pregão regular a ação subira 9,75%. Microsoft e Google também apresentaram resultados menores que o previsto. Esse resultados podem acabar com o bom humor externo dos últimos dias.

Para semana que vem, a agenda externa reserva poucos dados, com destaque para indicadores do setor imobiliário e o Livro Bege do Federal Reserve (Fed), banco central americano. Por aqui, o foco está na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que na quarta-feira apresenta sua decisão sobre a taxa de juros. Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), merece atenção o vencimento de opções sobre ações na segunda-feira.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG