F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercados: Apesar de discurso duro do BC, juros futuros caem na BM F

SÃO PAULO - Assimilando a ata referente à última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), os contratos de juros futuros apontam para baixo na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F). Na semana passada, o colegiado optou pela estabilidade da taxa básica em 13,75%, depois de quatro reajustes consecutivos.

Valor Online |

Há pouco, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2010 recuava 0,06 ponto percentual, para 15,31%. Janeiro 2011 tinha baixa de 0,04 ponto, a 16%. E janeiro 2012 apontava 16,33%, queda de 0,13 ponto.

Na ponta curta, dezembro de 2008 marcava 13,60%, baixa de 0,02 ponto. E em direção contrária, o DI para janeiro de 2009 avançava 0,02 ponto, negociado a 13,74%.

O analista econômico da Mercatto Investimentos, Gabriel Goulart, notou que a reação do mercado é, de certa forma, animadora, pois mesmo com a visão de que o BC pode voltar a subir a taxa de juros, os agentes ainda assim enxergam um prêmio de risco exagerado na curva.

Goulart destaca que o vencimento janeiro de 2010, por exemplo, precifica quatro altas de 0,5 ponto percentual. " Tem muito prêmio embutido. "
Para o analista, a ata apresentada hoje não trouxe grandes novidades. O discurso mais duro destacando a austeridade e o controle da inflação reflete o ambiente de incerteza que ronda a economia mundial.

Atenção também para a preocupação do BC com o ritmo de atividade econômica. Segundo Goulart, por ora, os dados seguem fortes, pois ainda estão defasados. " É difícil acreditar que esse ritmo será mantido " , afirma o especialista lembrando que alguns indicadores referentes ao mês de outubro já estão mais fracos.

Outro ponto destacado pelo especialista e pela ata, e que aumenta a cautela do BC, é que crise internacional intensifica as ações restritivas da política monetária via enxugamento do crédito.

Segundo Goulart, a preocupação de parte do mercado é com alguma ação prematura da autoridade monetária. "Mas acredito que o BC tem credibilidade para esperar mais um pouco e não se comprometer com uma nova alta de juro."
O Tesouro Nacional tem programado para hoje leilão de venda de Letras do Tesouro Nacional (LTN) e Letras Financeiras do Tesouro (LFT). As propostas serão tomadas das 12h às 13h, com operação especial das 15h às 16h.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG