SÃO PAULO - O cenário traçado por economistas consultados pelo Banco Central para a economia brasileira em 2009 se deteriorou, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira. As projeções para a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no próximo ano recuaram para 2,80%, ante estimativa anterior de expansão de 3,0%.

No caso da inflação, os analistas e empresas consultadas pelo BC acreditam que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerrará 2009 com alta de 5,25%, acima dos 5,20% estimados no levantamento anterior.

Em termos de juros, a aposta é que a Selic estará em 13,50% em dezembro do próximo ano, acima dos 13,31% estimados na pesquisa anterior e levemente abaixo do atual patamar de 13,75%, que deve ser mantido pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do BC na última reunião de 2008, que acontece na próxima semana.

Leia mais sobre Focus

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.