Tamanho do texto

SÃO PAULO - O mercado financeiro reduziu a estimativa para o crescimento da economia brasileira em 2009 pela segunda vez seguida, mas também espera inflação mais moderada no próximo ano.

Acordo Ortográfico De acordo com levantamento do Banco Central divulgado nesta segunda-feira, o país deve crescer 3,50% em 2009, levemente abaixo dos 3,55% estimados na semana anterior.

Para 2008, a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) subiu a 5,20%, ante 5,18% na pesquisa anterior.

No cenário de inflação, os cálculos dos analistas indicam alta de 6,14% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2008 -mesma taxa da pesquisa passada- e de 4,85% em 2009, levemente abaixo dos 4,90% estimados anteriormente.

Leia mais sobre as projeções do Boletim Focus

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.