Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercado prevê inflação, PIB e juros menores em 2009

O mercado financeiro reduziu novamente a estimativa para a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2009, aponta a pesquisa Focus divulgada esta manhã pelo Banco Central. No levantamento, a previsão do mercado caiu de 5,02% para 5%, na segunda redução consecutiva.

Agência Estado |

Com essa queda, o número esperado pelos analistas se aproxima ainda mais do centro da meta de inflação para o próximo ano, determinado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 4,5%. Para 2008, analistas mantiveram a estimativa de alta de 6,03% do IPCA, ante previsão de 6,35% registrada quatro semanas antes.

O mercado financeiro não alterou as previsões para os Índice Gerais de Preços (IGPs) em 2009, segundo a pesquisa Focus. No levantamento, a mediana das estimativas para o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) em 2009 manteve-se em 5,50%, inferior à previsão de 5,80% registrada na pesquisa feita há quatro semanas. Para o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), a expectativa também não sofreu alteração na comparação com a semana anterior e manteve-se em iguais 5,50%, ante 6% de um mês atrás.

Para 2008, os números oscilaram pouco. A previsão para o IGP-DI permaneceu em 9,58%, ante previsão de 10,80% registrada há um mês. Para o IGP-M, analistas reduziram ligeiramente a previsão de 9,99% para 9,95%. A previsão, no entanto, ficou acima do anunciado na manhã desta segunda-feira pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). No ano, o índice subiu 9,81%, na maior alta desde 2004.

PIB

A estimativa do mercado de crescimento da economia em 2009 apresentou ligeira elevação, segundo a pesquisa Focus. No levantamento, a previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) subiu de 2,40% para 2,44%. Apesar da elevação, o número esperado ainda é inferior ao previsto há quatro semanas, quando estava em 2,80%.

Para 2008, a estimativa de crescimento do PIB manteve-se em 5,60%, ante previsão de 5,24% de quatro semanas atrás.

Juros

Analistas do mercado financeiro reduziram mais uma vez a previsão para o nível dos juros básicos da economia brasileira no fim do ano que vem. Na pesquisa Focus, a estimativa para a Selic caiu de 12,25% para 12% anuais no fim de 2009. Com isso, o mercado aposta que o desaperto monetário deve ser maior que o previsto na semana passada. Atualmente, a Selic está em 13,75% ao ano.

De acordo com a pesquisa, o BC deve iniciar o corte dos juros já em janeiro do ano que vem. Na avaliação dos analistas, a taxa deve ser reduzida em 0,25 ponto porcentual na primeira reunião do ano, para 13,50% ao ano. Depois, outros cortes levariam o juro para 12% ao ano, o que indica a previsão de redução de 1,75 ponto porcentual no decorrer do próximo ano.

Dólar

Analistas elevaram a previsão para a taxa de câmbio no fim do próximo ano. Segundo a pesquisa Focus, a projeção para o dólar em relação ao real subiu de R$ 2,20 para R$ 2,25 para fim de 2009, ante estimativa de R$ 2,15 registrada na pesquisa feita há quatro semanas. Para o câmbio no fim deste ano, a estimativa manteve-se em R$ 2,35, superior à previsão de R$ 2,20 registrada há um mês.

Leia também:

 

Leia mais sobre boletim Focus

Leia tudo sobre: focus

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG