SÃO PAULO - Ontem, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) conseguiu permanecer descolada do pessimismo externo, mas isso não deve se repetir na sessão de hoje. Tal indicação vem do mercado futuro, onde o Ibovespa com vencimento em abril caía 2,77%, para 39.

300 pontos.

Em Wall Street, o mercado futuro também acena com mais um pregão de baixa apoiado em notícias negativas. Vale lembrar que ontem, o Dow Jones perdeu a importante barreira psicológica dos 7.500 pontos, trazendo mais pessimismo ao mercado.

No setor financeiro, o Wall Street Journal (WSJ) reportou que presidente executivo do Bank of America, Kenneht Lewis, está sendo investigado pelo procurador geral de Nova York sob a possibilidade de dolo aos investidores no processo de compra da Merrill Lynch. E no segmento automotivo, a Saab, divisão da General Motors, entrou com pedido de proteção contra credores.

Na Europa, mais uma vez os bancos e as empresas relacionadas às matérias-primas lideram as vendas. A mineradora Anglo American reportou queda de 29% no lucro, cortou o pagamento de dividendos e anunciou a demissão de 19 mil funcionários.

O ambiente de aversão ao risco é evidenciado pela valorização do dólar ante outras moedas, pela maior procura por ouro e pelo ajuste de baixa no preço das commodities, mais notadamente o petróleo, que ontem disparou 14%.

Esse ambiente estimula no front interno a busca por proteção em moeda americana e o preço de tal divisa sobe com força. Há pouco, o dólar era negociado a R$ 2,384 na venda, avanço de 1,36%.

Por aqui, atenção para a reação dos investidores aos resultado da Vale. A mineradora reportou lucro de R$ 10,499 bilhões no quarto trimestre do ano passado, expressivo crescimento de 136,8% na comparação com os R$ 4,411 bilhões de ganho obtido no quarto trimestre de 2007, mas uma queda de 15,55% frente aos R$ 12,433 bilhões obtidos no terceiro trimestre. Em 2008 completo, a companhia embolsou R$ 21,279 bilhões alta de 6,36% sobre 2007.

Ontem, a Bovespa conseguiu escapar do forte pessimismo externo apoiado na valorização dos papéis da Petrobras e da Vale. Enquanto o Dow Jones testava mínimas não observadas em mais de seis anos, o Ibovespa garantiu leve alta de 0,14%, aos 39.730 pontos, com giro financeiro em R$ 2,94 bilhões.

Já em Wall Street, vendas no final do pregão resultaram em queda de 1,19% para p Dow Jones, que fechou aos 7.465 pontos, menor pontuação desde 9 de outubro de 2002. O Nasdaq cedeu 1,71%, para 1.442 pontos, enquanto o S & P 500 recuou 1,20%, aos 778 pontos.

Na Ásia, a sexta-feira acabou de forma negativa em quase todas as praças.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.