NOVA YORK - A crise de confiança que se abateu sobre o Lehman Brothers tem respingado sobre o setor financeiro --especialmente sobre o rival Merrill Lynch. O problema para o Merrill é que vendedores a descoberto o vêem como o próximo banco de investimento a mostrar fraqueza, depois do Lehman e do Bear Stearns.

"As pessoas estão dizendo 'quem é o próximo da lista?'", afirmou Matt McCormick, administrador de portfólio manager e analista de bancos do Bahl & Gaynor, em Cincinnati.

O resultado no mercado foi claro. As ações do Merrill Lynch perderam cerca de um terço do valor esta semana, enquanto Citigroup e Morgan Stanley recuaram apenas 2% e 4%, respectivamente.

Um porta-voz do Merrill Lynch se recusou a comentar.

Assim como Lehman e Bear, o Merrill tem em carteira dívida estruturada que vem provocando perdas contábeis e levantando dúvidas sua posição de capital.

O Merrill Lynch já registrou mais de US$ 40 bilhões em perdas contábeis e de crédito.

"Há preocupação de que eles ainda tenham exposição a hipotecas e as pessoas avaliam que isso está piorando", disse Albert Yu, administrador de portfólio e analista do Clover Capital Management.

Leia mais sobre Merril Lynch

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.