O mercado financeiro europeu reagiu bem, ontem, no seu primeiro dia após o anúncio de uma linha de crédito de ¿ 40 bilhões concedida pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) à Grécia. O euro subiu em relação ao dólar (0,72%, para US$ 1,3594, ontem), assim como as principais bolsas de valores do bloco.

O mercado financeiro europeu reagiu bem, ontem, no seu primeiro dia após o anúncio de uma linha de crédito de ¿ 40 bilhões concedida pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) à Grécia. O euro subiu em relação ao dólar (0,72%, para US$ 1,3594, ontem), assim como as principais bolsas de valores do bloco. Além do alívio da pressão sobre todos os países da zona do euro, o acordo reduziu em um ponto porcentual os juros exigidos pelos títulos gregos, tornando um pouco mais verossímil a tarefa de reequilibrar as contas de Atenas. Por todo o continente, as bolsas de valores ficaram próximas do equilíbrio, depois de uma semana de oscilações encerrada na sexta-feira. Em Paris, o Índice CAC-40 fechou estável. Em Londres, o FTSE avançou 0,12%. Em Frankfurt, o DAX subiu 0,02%. Em relação à Grécia, a pressão parecia controlada. A taxa exigida para títulos da dívida grega de 10 anos caiu de 7,5%, na quinta-feira, para 6,5%, ontem.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.