Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercado eleva tensão na 2ª etapa; Bolsa cai 8,19% e dólar sobe 4,77%

SÃO PAULO - O mercado financeiro local continua muito sensível ao pessimismo internacional. A bolsa paulista prossegue em desvalorização acentuada, após ter acionado pela manhã o circuit breaker, e o dólar sobe com força, mesmo com atuações do Banco Central.

Valor Online |

Instantes atrás, o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) marcava a queda de 8,19%, aos 34.042 pontos, com giro financeiro R$ 3,414 bilhões. No patamar mínimo do dia o índice chegou a 33.237 pontos, com a trava automática da bolsa paralisou os negócios por 30 minutos.

No câmbio, o dólar comercial subia 4,77%, cotado a R$ 2,30 para a compra e R$ 2,3020 para a venda. A valorização da moeda americana persiste mesmo após venda de dólares feita pelo banco central pela manhã e colocação de US$ 589 milhões em swap cambial às 13h.

As variações aqui se acentuam conforme o comportamento das bolsas americanas, que recuam cerca de 6% neste momento. Manifestações de confiança feitas pelo presidente George W. Bush em relação ao plano de resgates proposto pelos EUA não evitaram que os índices continuem cavando marcas históricas negativas.

As expectativas dos investidores estão centradas nos encontros do G7 e do G20 que começam hoje em Washington. Nas reuniões os agentes esperam que os governos encontrem soluções integradas para a situação de insolvência e de falta de liquidez que pode colocar as economias do mundo todo em recessão.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG