Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercado de chips cresce 16% no 3º tri, mas deve desacelerar em 2009

SÃO PAULO - O mercado mundial de processadores para PCs cresceu 15,8% no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. Ante os três meses imediatamente anteriores, a expansão foi de 14% em unidades, afirmou a consultoria IDC.

Valor Online |

O faturamento, por sua vez, fechou o terceiro trimestre em US$ 8,3 bilhões, 4,1% a mais que no mesmo período de 2007 e 7,6% superior ao apurado no segundo trimestre deste ano.

O descompasso entre o aumento nas vendas em unidade e em valores se deve, segundo a consultoria, ao desempenho forte de chips mais baratos, especialmente o Atom, fabricado pela Intel. Criado para o segmento de netbooks, PCs portáteis com configuração mais simples, eles têm um valor mais baixo que chips tradicionais.

Sem contar as vendas dos Atom, a expansão em unidades do setor no terceiro trimestre foi de 8,7% na comparação anual e de 8,3% ante os três meses imediatamente anteriores, afirma o IDC.

O desempenho desses novos chips também levaram o IDC a elevar sua previsão de expansão de vendas para o fechado do ano. A consultoria agora espera um aumento de 18%, embora acredite que o ambiente de negócios para esse segmento deva ser pior no final do ano. Por conta disso, o IDC afirmou que adotará uma expectativa mais conservadora para o mercado no ano que vem e, por isso, irá reduzir sua previsão de vendas de unidades para 2009.

"Não considerando os efeitos do Atom, o mercado em geral cresceu em ritmo satisfatório no terceiro trimestre", afirmou o diretor de Semicondutores para Computação Pessoal do IDC, Shane Rau. "As vendas em unidades da Intel e da AMD cresceram em um ritmo apenas ligeiramente menor que o comum para esse período, e a demanda sazonal aparentava estar razoavelmente em alta até setembro. Por segmento, enquanto os chips para PCs móveis cresceram agressivamente, o setor de processadores para servidores teve desempenho fraco", acrescentou.

Entre julho e setembro, a Intel obteve 80,8% de participação no mercado total, 1,1 ponto percentual a mais que no mesmo trimestre do ano passado. Já a AMD perdeu 1,2 ponto percentual, indo a 18,5% e a VIA Technologies apareceu com 0,6% do mercado.

Por tipo de chip, no segmento de portáteis, a Intel tinha 87,4%, com ganho de 0,8 ponto percentual. A AMD perdeu 1,1 ponto percentual, indo a 11,5% e a VIA aumentou sua fatia desse mercado em 0,3 ponto percentual, chegando a 1,2%.

Já no segmento de processadores para servidores e workstations, a Intel perdeu 0,6 ponto percentual de participação, que encerrou setembro em 85,6%, enquanto a AMD ganhou os mesmos 0,6 ponto percentual, para chegar a 14,4% desse mercado. Por fim, no segmento de chips para computadores de mesa (desktops), não houve mudanças significativas e o terceiro trimestre acabou com participações de 73,5% para Intel e de 26,4% para AMD.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG