Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercado de capitais mostra apreensão com debates sobre pré-sal

RIO - Representantes do mercado de capitais brasileiro manifestaram hoje certa apreensão em relação às discussões sobre a forma de exploração dos recursos da camada pré-sal do litoral brasileiro. Para o presidente do conselho consultivo da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), Thomás Tosta de Sá, a eventual mudança de regras poderá trazer prejuízo enorme para o país, com risco, inclusive, de perda do grau de investimento conseguido esse ano.

Valor Online |

De acordo com Tosta de Sá, o mercado de capitais foi o grande motor do desenvolvimento do país nos últimos anos com transmissão direta dos benefícios para a economia real. Claro que pode afetar o risco do país. A transferência de capital financeiro para a economia real é a razão do sucesso recente, ressaltou o executivo, que já foi presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Tosta de Sá lembrou que a Petrobras é a maior empresa de capital aberto do país e o seus American Depositary Receipts (ADR) são os mais negociados na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês). Para ele, a mudança de regras, com a criação de uma nova estatal, e a retirada mesmo que com indenização de blocos arrematados pela Petrobras em rodada na Agência Nacional do Petróleo (ANP) colocaria em xeque a credibilidade de todo o mercado nacional.

A solução pode ser muito simples, basta aumentar os royalties e as participações especiais. Essa discussão é insana, frisou o executivo, que participou hoje do seminário O Mercado Secundário de Private Equity, promovido pela ABVCAP.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG