Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercado de ações europeu tem nova queda por bancos e petróleo

PARIS (Reuters) - O principal índice das ações européias fechou em baixa de 2,1 por cento nesta terça-feira, atingindo o menor nível desde outubro de 2005, com a preocupação sobre baixas contábeis no setor bancário e medo de inflação causado pela alta do petróleo. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300 recuou para 1.176 pontos. Com queda em sete das últimas dez sessões, o índice já caiu 22 por cento em 2008.

Reuters |

Os bancos tiveram mais um dia ruim, com o UBS registrando a menor cotação em 10 anos, com queda de 5,3 por cento, e o Deutsche Bank em queda de 4,2 por cento. O setor foi influenciado por rumores de que os resultados do segundo trimestre podem trazer novas baixas contábeis pesadas.

'O impacto da crise do mercado subprime dos Estados Unidos está longe de acabar, especialmente para os bancos de varejo e as seguradoras, ao passo que os bancos de investimento já revelaram grandes baixas contábeis', disse Romain Boscher, diretor de gestão de ativos do Groupama Asset Management, em Paris.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 2,6 por cento, a 5.479 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX caiu 1,6 por cento, para 6.315 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 recuou 2,11 por cento, para 4.341 pontos.

Em Milão, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,88 por cento, aos 22.294 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 2,29 por cento, para 11.770 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 despencou 4,69 por cento, para 8.486 pontos.

(Reportagem de Blaise Robinson)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG