SÃO PAULO - O mercado financeiro aposta que o Banco Central vai manter a política de aperto do juro até o fim do ano, para tentar controlar a inflação, mostrou pesquisa divulgada nesta segunda-feira. No levantamento semanal feito pelo BC, os analistas consultados elevaram para 14,50% a estimativa para a taxa Selic ao final do ano, ante 14,25% na semana passada.

Isso indica um aumento de 1,5% percentual para as próximas três reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC em 2008.

Atualmente, a taxa Selic está em 13%.

A estimativa para a inflação "oficial" do país em 2008 sofreu uma leve redução, passando de 6,58% para 6,54%.

Ainda assim, a estimativa para a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) está acima do teto da meta definida pelo governo.

Para o próximo ano, a estimativa para o IPCA foi mantida em 5%. No caso do juro, a projeção também não foi alterada. Os analistas acreditam que a Selic estará em 14% em dezembro do próximo ano.

A meta de inflação fixada para 2008 e 2009 é de 4,5%, com margem de variação de 2 pontos percentuais, para cima ou para baixo. O teto da meta, portanto, é de 6,5%.

Leia mais sobre Selic

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.