A fabricante chinesa de automóveis Lifan, do grupo Effa Motors, inaugurou ontem a sua planta em San José, nas cercanias de Montevidéu, a capital uruguaia, com direito à presença do presidente do país, José Mujica. Na unidade, onde foram investidos US$ 6,5 milhões, serão montados por ano 5 mil veículos das linhas hatch 320 e sedã 620, dos quais 85% terão como destino o mercado brasileiro.

A fabricante chinesa de automóveis Lifan, do grupo Effa Motors, inaugurou ontem a sua planta em San José, nas cercanias de Montevidéu, a capital uruguaia, com direito à presença do presidente do país, José Mujica. Na unidade, onde foram investidos US$ 6,5 milhões, serão montados por ano 5 mil veículos das linhas hatch 320 e sedã 620, dos quais 85% terão como destino o mercado brasileiro. Trata-se de mais um lance da estratégia da Effa Motors, representada no Brasil pela Ever Eletric, para penetrar no País. Na primeira tentativa, seu modelo M 100 foi reprovado em testes de qualidade e segurança promovidos pela imprensa especializada brasileira - num deles, o veículo quase capotou ao fazer um teste de desvio à velocidade de 55 quilômetros por hora, levando a publicação a interromper a avaliação, fato inédito em sua história.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.