Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Meirelles: País está resistente a choques externos

O Brasil reforçou ao longo dos anos os mecanismos de resistência a choques externos, como está sendo demonstrado agora, disse hoje o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, em Nova York. O Brasil se preparou para um cenário internacional de maior dificuldade como o de agora, afirmou ele antes de anunciar que o BC decidiu promover leilões de vendas de dólares.

Agência Estado |

O presidente do BC enfatizou que "é coisa do passado" o antigo ciclo de deterioração de confiança, onde a desvalorização do real levava à deterioração da dívida pública e acentuava a piora da confiança dos participantes do mercado". "Sendo credor líquido em dólares, com a desvalorização do real a dívida pública cai", destacou.

Em entrevista à imprensa no Consulado do Brasil em Nova York, Meirelles destacou que a decisão do BC de vender dólares não tem objetivo de alterar a cotação da moeda, mas, sim, de fornecer liquidez. "Além do mais, o sistema financeiro brasileiro é sólido e capitalizado e não tem exposição direta aos ativos que são fontes de problemas nos EUA", ponderou.

"A situação hoje sólida da balança de pagamentos e a posição de reservas (internacionais) diferenciam-se muito da posição do passado, não só no montante de reserva como também no mecanismo do câmbio flutuante. Esta conjugação é muito mais forte e mais resistente do que um regime de câmbio administrado", completou.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG