Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Meirelles: não há impacto severo da crise sobre o Brasil

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou hoje que os dados macroeconômicos ainda não mostram um impacto severo da crise norte-americana sobre a economia brasileira. Ao discursar na abertura do seminário do próprio BC sobre microfinanças, em Belo horizonte, Meirelles fez questão de ressaltar que a crise atual não está centrada no Brasil nem em outro país emergente.

Agência Estado |

Ele reafirmou que a crise é severa e que "não nos torna imune ao que ocorre na economia mundial".

Segundo o presidente do BC, o País possui arcabouço sólido com o montante de reservas internacionais que chegam a US$ 207 bilhões. "Nenhum país está imune à crise, mas a resistência que o Brasil adquiriu nos últimos anos melhora a capacidade de resistência da economia", afirmou.

Meirelles disse que o BC continuará monitorando o desenvolvimento da crise com atenção "e tomará todas as medidas que forem necessárias, bem como o governo, no sentido de enfrentar a crise de maneira a preservar o bom funcionamento da economia brasileira". Ao final do discurso, ele afirmou que o BC encara a crise com seriedade, mas que aguarda o resultado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG