SÃO PAULO - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, insistiu nesta quinta-feira que não será complacente com a inflação e quer colocá-la de volta no centro da meta em 2009. O BC já vem atuando e continuará a agir de forma a trazer a inflação de volta ao valor central da meta de 4,5 por cento de forma tempestiva, isto é, já em 2009, discursou em São Paulo.

Meirelles afirmou ainda que não vai esperar que outros bancos centrais do mundo atuem para tomar decisões de combate à inflação no Brasil.

"Não se espere deste BC uma atitude complacente quanto à inflação", disse ele, acrescentando que o balanço de riscos tornou-se menos favorável nos últimos meses.

(Por Renato Andrade)

Leia também:

  • Inflação não ultrapassará teto da meta em 2008, aposta diretora da S & P
  • IPCA de junho é menor, mas ainda preocupa, diz Bernardo
  • Leia mais sobre inflação

      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.