Compulsórios liberados já somam R$ 91 bilhões, informa Banco Central" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Meirelles diz que previsão de crescimento de 3% em 2009 é pessimista

BRASÍLIA - O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, acredita que pode ser um pouco pessimista a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de boa parte dos analistas de que a economia brasileira crescerá somente 3% em 2009. Segundo Meirelles, um dos efeitos da crise a ser combatido para garantir o dinamismo da atividade no ano que vem é a expectativa do consumidor, que vem piorando. Em audiência na Câmara dos Deputados, Meirelles revelou ter relatos recentes de representantes de montadoras de automóveis que dizem ter crédito, mas sem demanda. O consumidor está retraído, afirmou. http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/11/26/bc_compulsorios_liberados_ja_somam_r_91_bilhoes_2612982.html target=_topCompulsórios liberados já somam R$ 91 bilhões, informa Banco Central

Valor Online |

Ele citou ainda duas outras consequências da crise que podem abater a economia brasileira: o aperto do crédito e a redução de preço das commodities.

Na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, Meirelles informou aos parlamentares que, apesar do uso constante das reservas internacionais para injeção de liquidez em dólares no mercado, os mais de US$ 200 bilhões guardados pelo governo antes da crise "estão praticamente preservados", uma vez que a maior parcela está aplicada em títulos do Tesouro norte-americano, que voltaram a se valorizar.

O presidente da autoridade monetária informou ainda que a injeção de dólares até o último dia 21 de novembro já soma US$ 48,5 bilhões. Deste total, US$ 30 bilhões foram colocados na forma de swaps cambiais, US$ 6,3 bilhões em vendas à vista, US$ 6,9 bilhões em leiloes com recompra, mais US$ 1,5 bilhão em empréstimo com garantia de Global Bonds e US$ 3,8 bilhões para repasse a exportador com garantia de ACC.

Em compulsórios, o BC já irrigou o sistema com R$ 91 bilhões em liquidez. Meirelles informou ainda que dos R$ 29,5 bilhões em compulsório previstos para compras de carteiras de crédito e outros ativos de bancos menores, já foram usados cerca de R$ 20 bilhões.

Leia tudo sobre: banco central

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG