Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Banco Central está em contato com outras autoridades monetárias no exterior monitorando a situação dos mercados internos e externos, agravada com o colapso do Lehman Brothers, disse nesta segunda-feira o presidente da instituição, Henrique Meirelles. Ele ressaltou que o País está mais resistente aos choques externos, mas que, diante das turbulências, o BC decidiu transmitir aos mercados uma mensagem de serenidade.

Acordo Ortográfico "Não existe descolamento completo de nenhuma economia, o que existe é um aumento de resistência à crise", disse Meirelles a jornalistas, citando as reservas internacionais brasileiras, acima de US$ 200 bilhões, e o fato de o país ser um credor internacional.

Leia mais sobre Banco Central

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.