Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Meirelles: consumo ainda registra crescimento forte

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou hoje que, apesar da acomodação no primeiro trimestre do ano, o consumo das famílias cresce a taxas robustas no Brasil. Ele destacou que mesmo com a desaceleração no ritmo de crescimento desse indicador a taxa dos três primeiros meses do ano ainda foi superior a verificada no terceiro trimestre de 2007, quando ficou em 6%.

Agência Estado |

No primeiro trimestre de 2008 o consumo das famílias cresceu 6,6% e no último trimestre de 2007 atingiu o pico de 8,6%.

Meirelles disse que a tendência de crescimento do consumo significa uma melhora de vida da população, que é o objetivo da política econômica. "Evidentemente, é importante que a economia esteja balanceada em sua equação de demanda e oferta", disse Meirelles, destacando que as taxas de crescimento de Formação Bruta de Capital Fixo mostram uma trajetória sólida e consistente dos investimentos. "Isto é um dividendo da estabilidade e sinaliza que o Brasil tem uma trajetória de crescimento sustentável", afirmou, destacando que essa trajetória é importante para que os investidores tenham segurança da continuidade do crescimento do País.

Em sua apresentação na Comissão de Assuntos Econômico (CAE) do Senado, Meirelles também destacou que as vendas no varejo crescem a 54 meses seguidos no Brasil e as vendas no varejo no conceito ampliado (que inclui automóveis e materiais para construção) crescem a 53 meses consecutivos. O presidente do BC também pontuou que está havendo forte geração de emprego no País e ressaltou que a alta nos preços internacionais está contribuindo para a elevação da safra agrícola no Brasil.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG