Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Medvedev impõe condições para a retomada do trânsito do gás russo

A Rússia retomará o trânsito do gás apenas se a Ucrânia pagar o preço de mercado pelo produto e se observadores europeus e as sociedades de direito internacional estiverem envolvidas no processo de negociação, declarou nesta quarta-feira o presidente Dmitri Medvedev, segundo as agências de notícia russas.

AFP |

"O preço do gás deve ser o do mercado, correspondente ao pago pelos europeus (...). não deve haver nenhuma redução ou tarifas preferenciais", declarou Medvedev numa conversa por telefone com o presidente ucraniano, Viktor Iuchtchenko, segundo a agência Interfax.

O chefe de Estado russo declarou também que a Ucrânia deve pagar imediatamente suas dívidas relativas à compra de gás e deixar de interromper o trânsito do produto para a Europa.

"O presidente russo pediu a Iuchtchenko agir imediatamente para chegar aos acordos necessários a fim de retomar, logo, o envio de gás russo aos consumidores europeus", segundo a agência Ria Novosti citando o serviço de imprensa do Kremlin.

O gigante russo Gazprom havia dado oficialmente a ordem de suspender totalmente o trânsito do gás russo à Europa pela Ucrânia, anunciou nesta quarta-feira a agência russa Interfax.

"A sala de controle central deu a ordem de interromper o trânsito do gás russo via Ucrânia", destacou a agência.

dt-bfi/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG